Desenvolvimento, Dicas

Tudo sobre Prestação de Serviços

Tudo sobre Prestação de Serviços

Esta é para quem sempre teve a curiosidade de saber um pouco mais sobre prestação de serviços, o maior setor da economia.

A empresa de serviços precisa entregar experiências e soluções diferenciadas para conquistar seus clientes.

Entenda como você pode ter sucesso com sua empresa de serviços.

O que é?

Serviço é toda atividade econômica que atende a demandas do mercado sem envolver uma mercadoria.

O consumidor de serviços paga pelo trabalho (corte de cabelo, conserto de eletrodoméstico, limpeza), experiência (jantar, viagem, cinema) ou uso (serviço de streaming, aluguel de imóvel, academia).

Atividades de transporte, educação, alimentação, telecomunicações, saúde, beleza, marketing, advocacia, tecnologia da informação, entre outras áreas essenciais, também são exemplos de prestação de serviços.

Prestar Serviço ou Vender produto?

O serviço é intangível, pois não assume a forma de uma mercadoria física e é produzido ao mesmo tempo que é consumido, diferente da venda do produto materializado.

Uma maneira muito comum para separar a definição de serviço e de produto é posicionando cada um diante de quatro conceitos: tangibilidade, propriedade, perecibilidade e inseparabilidade.

1-Tangibilidade

É a facilidade para mensurar pelo que o cliente está pagando e qual o custo de produção para o empresário. O produto tem uma tangibilidade maior, enquanto no serviço é mais difícil de mensurar o esforço despendido para a sua prestação.

2-Propriedade

Na prestação de serviços, mesmo quando há um produto envolvido, não há troca de propriedade.

3-Perecibilidade

É a duração de um produto, que pode estragar ou perder a sua validade.

Com o serviço, isso não é um problema — o máximo que pode acontecer é você pagar por um serviço mal feito, que precisará ser refeito.

4-Inseparabilidade

É uma característica dos serviços que são prestados na presença do cliente, ao contrário dos produtos, que são produzidos em etapas diferentes.

Dúvida entre produto ou serviço

Muitos produtos incluem serviços em sua oferta e vice-versa.

Quando há uma garantia oferecida por terceiros na compra de produtos de consumo duráveis, ela é considerada um serviço.

Ao pagar pela manutenção de seu carro, você paga por um serviço. Porém, se for necessário substituir uma peça, os PRODUTOS ENVOLVIDOS serão cobrados de você.

Estes são chamados de “mistos”.

No universo da tecnologia, é possível integrar produto e serviço em uma única plataforma.

No Netflix, por exemplo, o cliente paga para ter acesso ilimitado ao catálogo de filmes e séries da empresa. No Spotify, paga para ouvir músicas à vontade sem interrupção.

O SaaS (Software as a Service ou Software como Serviço), em que a empresa comercializa o acesso online ao software no formato de assinatura de planos e se responsabiliza por toda a manutenção e atualização, em vez de vender a licença do programa.

A prestação de serviços no Brasil

Representa 70% das empresas do país e é responsável por cerca de 30% do PIB, segundo dados do IBGE publicados em 2020 na Agência Brasil.

Com mais de 382 mil vagas formais abertas, o setor foi líder na geração de empregos em 2019.

Existem 8,64 milhões de empresas de serviços ativas no país.

O setor de serviços representa nada menos que 44,9% de todas as empresas ativas no país, e está na liderança em número de negócios em relação a outros setores.

Além disso, quase 90% das empresas contabilizadas pelo Sebrae são de porte micro ou pequeno (MEIs, Microempresas e Empresas de Pequeno Porte).

Os desafios

  • Percepção de valor do cliente
  • Maior variação na receita
  • Dificuldades de precificação
  • Custos com pessoas
  • Previsão de demanda

O contrato de prestação de serviços

Instrumento essencial para formalizar as responsabilidades que uma empresa tem em relação ao cliente, além de servir para estabelecer direitos e obrigações dos contratantes.

É uma ferramenta importante para que a empresa seja paga pelo serviço prestado e para que o cliente receba de fato aquilo que comprou

Para a organização, trata-se não apenas de uma garantia de pagamento, mas também de uma delimitação estrita de tudo que será oferecido ao cliente.

Dicas de gestão

Conheça seus custos: fixos, variáveis e custos de serviços;
Preste atenção à precificação:

Para formar preços corretamente, é preciso se atentar aos seguintes pontos:

  • Custo da hora da mão de obra
  • Custos fixos e variáveis do negócio
  • Margem de lucro esperada
  • Preços praticados pela concorrência
  • Percepção de valor do cliente

Monte uma boa proposta comercial

Esse documento contém todos os detalhes do trabalho que será realizado, como cronograma, escopo, termos de confidencialidade e diferenciais dos serviços prestados.Esse documento contém todos os detalhes do trabalho que será realizado, como cronograma, escopo, termos de confidencialidade e diferenciais dos serviços prestados.

Controle os contratos

É preciso manter um registro para acessar facilmente as informações contratuais, prazos de vigências, cláusulas de rescisão, obrigações e valores.

Faça o reajuste periódico de contratos

O consenso geral é de que os preços podem ser aumentados anualmente nos contratos de prestação de serviços, como forma de manter a saúde financeira da empresa e compensar o aumento nos custos de insumos e mão de obra.

Foque no sucesso do cliente

A satisfação do cliente depende da percepção de que seu problema foi de fato solucionado — e não somente da qualidade dos serviços prestados.

Use a tecnologia a seu favor

Você precisa de um sistema de gestão empresarial que ofereça uma visão ampla da empresa e tenha recursos de automação de tarefas.

Deixe seu comentário