Desenvolvimento, Dicas, Gestão Empresarial

4 motivos para separar as finanças pessoais e jurídicas

4 motivos para separar as finanças pessoais e jurídicas

Seu maior ERRO: não separar as contas pessoais e jurídicas

Misturar as finanças pessoais com as da sua empresa é um erro que pode custar a sua saúde financeira.

Sabemos que às vezes uma conta da empresa pode estar vencendo e você “empresta” seus recursos pessoais para que não entre multa, ou vice versa. Mas é importante entender que basta uma reorganização das contas e você pode parar de misturar tudo. Até porque, você pode ter problemas legais se não separar suas contas.

Neste artigo vamos te mostrar o porquê da necessidade de separar as suas contas pessoais e jurídicas.

1°) Para evitar problemas com o “Leão”

Isso mesmo! Evite problemas relacionados ao imposto de renda. Se você paga suas contas com o dinheiro da empresa ou usa dinheiro pessoal para pagar contas da Pessoa Jurídica, saiba que pode ter problemas na hora de encarar o Leão.

Além disso, é muito importante ter uma conta Pessoa Jurídica para conseguir empréstimos bancários a juros menores. Possuir a conta PJ vai ajudar você a não misturar suas contas pessoais com as da empresa.

2º) Para ver melhorar a eficiência financeira da sua empresa

Não é possível deixar para organizar as finanças da sua empresa somente quando ela alcançar o crescimento desejado. Você precisa prever acontecimentos e para isso precisa ter na ponta do lápis tudo que entra e sai, ou seja, todas as receitas e despesas.

Afinal, sabemos que não tem como gerir uma empresa sem controlar o setor financeiro.

3º) Para estabelecer o Pró-labore correto e adequado

Como já dissemos antes, retiradas pessoais da sua empresa de forma desregulada podem afetar a saúde financeira.

O ideal é que se defina um pró-labore, que nada mais é do que um valor fixado para cada sócio da empresa, referente à sua contribuição dentro dela. Dessa forma você consegue controlar o fluxo de entradas e saídas de recursos financeiros.

4º) Para estabelecimento de metas

O estabelecimento de metas, tanto financeiras quanto operacionais, são a fonte de sucesso de todas as empresas. Para isso, é necessário partir da organização financeira.

É preciso saber exatamente quanto se tem e onde se quer chegar. E como você conseguiria fazer isso se misturasse suas contas pessoais e jurídicas? Não dá, não é?

Mas, então, como posso separar as minhas contas jurídicas das contas pessoais?

Calma! A gente te ajuda. Elaboramos uma check list para você fazer na sua empresa e organizar as finanças.

  • Faça uma lista dos seus recursos financeiros separados dos recursos da empresa: é necessário saber quais contas estão sendo pagas com dinheiro pessoal e com dinheiro da empresa para poder separá-las.
  • Defina quais são os recursos próprios e quais são da sua empresa: se necessário use planilhas no excel para auxiliar na organização.
  • Defina o pró-labore dos sócios: é muito importante, após definir os recursos da empresa, um pró-labore para cada sócio, e não realizar retiradas pessoais após a reorganização. lista dos seus recursos financeiros separados dos recursos da empresa: é necessário saber quais contas estão sendo pagas com dinheiro pessoal e com dinheiro da empresa para poder separá-las.
  • Defina datas: pegue todas as contas da empresa e anote as datas de vencimentos. Só estabeleça retirada de pró-labore após o pagamento de todas as despesas fixas e variáveis, pois você terá mais clareza na hora de definir valores. Defina as datas em que a empresa precisará estar com o caixa em ordem para pagamentos, dessa forma você evita atrasos e multas nas dívidas da empresa.
  • Reorganize o fluxo de caixa: tome nota de todas as movimentações da empresa e se necessário, reorganize seu fluxo de caixa. Renegocie com seus credores para adequar os vencimentos ao seu fluxo de caixa.
  • Estabeleça novas metas financeiras para sua empresa: após reorganizar seu setor financeiro, estabeleça metas financeiras para determinado período. É importante ter metas e estabelecer prazos para alcança-las. Todas as empresas de sucesso possuem metas. Não é nenhum segredo. Você também pode alcançar o crescimento desejado, se melhorar a gestão financeira.
  • Abra uma conta PJ: a conta Pessoa Jurídica é importante, se você ainda não possui, pois facilita a aquisição de empréstimos com juros mais baratos, além de maior facilidade em negociação de dívidas com fornecedores. No Brasil, há diversas linhas de crédito para Pessoa Jurídica. Busque a que melhor se adequa à realidade de sua empresa.
  • Contrate uma consultoria de gestão: lembre sempre que há profissionais para ajudar você e sua empresa a reorganizar sua gestão. Aqui na ajotta você encontra um time de excelentes profissionais que vão ajudar na sua gestão. Entre em contato. Venha nos conhecer melhor!

Esperamos ter ajudado a entender um pouquinho sobre a necessidade da organização e separação de contas pessoais e jurídicas.

Gostou do nosso conteúdo? Deixe seu feedback aqui nos comentários!

Deixe seu comentário